Read Mapa dos tempos verbais em português do Brasil e inglês text version

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: indicativo

O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa.

Presente

Presente

Passado (=Pretérito)

Pretérito perfeito simples Pretérito perfeito composto Pretérito imperfeito Pretérito mais-que-perfeito Pretérito mais-que-perfeito simples composto

Futuro

Futuro com verbo ,,ir Futuro do presente simples Futuro do presente composto Futuro do pretérito simples Futuro do pretérito composto

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: subjuntivo

O modo subjuntivo expressa um fato incerto, duvidoso, acidental ou irreal, dependendo da vontade e sentimento de quem o emprega. A noção de tempo (presente, passado e futuro) não é exata como a usada no modo indicativo. O modo subjuntivo é usado especialmente em orações subordinadas, ou seja, orações que dependem de outra para ter um sentido completo.

Presente

Presente

Passado (=Pretérito)

Pretérito perfeito Pretérito imperfeito Pretérito mais-que-perfeito

Futuro

Futuro simples Futuro composto

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: imperativo

O modo imperativo é empregado para expressar ordem, conselho, convite, súplica ou pedido. Como no modo imperativo falamos diretamente a um interlocutor, as pessoas verbais usadas são: tu (usado em algumas regiões do Brasil), você, vós (não mais usado na fala nem na escrita, mas pode ser encontrado em textos antigos), vocês. Afirmativo Negativo

Mapa das formas nominais

As formas nominais do verbo não exprimem nem o tempo e nem o modo, pois elas dependem do contexto em que aparecem. Infinitivo impessoal Infinitivo pessoal Gerúndio Particípio

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: indicativo

Uso, Emprego e Formação Presente

Presente Muito usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar um fato ou ação que acontece no momento da fala. Exemplo: Português é difícil. 2. Descrever um fato ou estado permanente. Exemplo: A Terra gira em torno do Sol. 3. Indicar ação habitual. Geralmente é usado com advérbio. Exemplo: Eu ando no parque de manhã. 4. Dar realismo a fatos passados. Exemplo: Os portugueses descobrem o Brasil em 1500. 5. Indicar futuro próximo. Geralmente é usado com advérbio. Exemplo: Nós viajamos amanhã para Paris. 6. Substituir o Imperativo, quando indica pedido. Exemplo: Você pega aquele livro, por favor. É formado adicionando-se ao radical dos verbos regulares as seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -o, -a, -amos, -am; 2ª conjugação (-er): -o, -e, -emos, -em; 3ª conjugação (-ir): -o, -e, -imos, -em1

1

Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

Passado (=Pretérito)

Pretérito perfeito simples Muito usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar uma ação, geralmente não habitual, que aconteceu antes do momento da fala. O fato começou e terminou no passado distante ou próximo. Exemplo: Eu falei com o Jorge ontem. É formado adicionando-se ao radical dos verbos regulares as seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -ei, -ou, -amos, -aram; 2ª conjugação (-er): -i, -eu, -emos, -eram; 3ª conjugação (-ir) -i, -iu, -imos, -iram1

1

Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: indicativo

Uso, Emprego e Formação

Pretérito perfeito composto Usado na fala e na escrita. Usado apenas com advérbios como: recentemente, ultimamente, nestes dias, desde, etc. Na língua oral, é frequentemente substituído pelo ,,presente contínuo. Emprega-se para: 1. Indicar a repetição ou a continuidade de um fato que começou no passado e continua no presente. Exemplo: Eles têm saído cedo de casa desde que venderam o carro. É formado com o presente do indicativo do verbo TER + o particípio do verbo principal. Também pode ocorrer a formação com o verbo VIR + gerúndio (-ndo) do verbo principal. Exemplos: Você tem trabalhado muito ultimamente. (fala e escrita) Você vem trabalhando muito ultimamente. (fala e escrita) Pretérito imperfeito Muito usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Descrever fatos habituais ou repetidos no passado. Os fatos terminaram no passado. Exemplo: Quando eu era criança, visitava meus avôs todos os domingos. 2. Descrever pessoas, fatos ou coisas no passado. Exemplo: Ela vestia uma calça preta e uma blusa branca. 3. Indicar época ou tempo no passado. Exemplo: Era uma hora quando eles chegaram. 4. Indicar duas ou mais ações no passado que acontecem ao mesmo tempo, quando a mais longa é interrompida por uma outra curta (geralmente a ação mais curta é usada no pretérito perfeito.). Exemplo: Eles estudavam quando acabou a luz. = Eles estavam estudando quando acabou a luz. 5. Descrever ação planejada e não realizada. Muito usado como o verbo IR. Exemplo: Eu ia sair, mas desisti por causa da chuva. 6. Narrar fábulas, lendas ou contos no passado. Exemplo: Era uma vez uma princesa chamada Bianca. É formado adicionando-se ao radical dos verbos regulares as seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -ava, -ava, -ávamos, -avam; 2ª e 3ª conjugações (-er / -ir): -ia, -ia, -íamos, -iam1

1

Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: indicativo

Uso, Emprego e Formação

Pretérito mais-que-perfeito simples Usado apenas na escrita. Emprega-se para: 1. Expressar um fato já concluído em relação a outro também no passado. Exemplo: Ele saíra quando começou a chover. É formado substituindo-se a terminação ,,-aram da 3ª pessoa do plural (vocês, eles, elas) do pretérito perfeito simples pelas seguintes terminações para as três conjugações (-ar/ -er / -ir): -ra, -ra, -ramos, -ram1.

1

Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

Pretérito mais-que-perfeito composto Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Expressar um fato já concluído em relação a outro também no passado. Exemplo: Ele tinha saído quando começou a chover. É formado com o pretérito imperfeito do verbo TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: indicativo

Uso, Emprego e Formação Futuro

Futuro com verbo `ir' Muito usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar tempo futuro. Codifica modalidade de intenção, desejo ou certeza na expressão de um fato. Exemplo: Eu estou com sono e por isso vou dormir. É formado como o presente do verbo IR + o infinitivo impessoal do verbo principal (pode ser qualquer verbo da língua, exceto os verbos IR e VIR). O futuro com IR é considerado uma locução verbal.

Futuro do presente simples Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar fatos de realização provável, pois há alguma condição. Exemplo: Se eu tiver dinheiro, viajarei. 2. Indicar incerteza, dúvida, suposição. Exemplo: Será que vai chover? É formado adicionando-se ao infinitivo impessoal as seguintes terminações para as três conjugações (-ar/ -er / -ir): -ei, á, -emos, -ão. Aplica-se essa regra a todos os verbos com exceção de ,,fazer, ,,dizer e ,,trazer. Assim, esses últimos verbos modificam-se para ,,far-, ,,dir-, e trar- + as terminações acima.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: indicativo

Uso, Emprego e Formação

Futuro do presente composto Usado mais na escrita que na fala. Emprega-se para: 1. Ação futura terminada antes de outra também futura. Exemplo: Eles terão terminado a reforma da casa quando o verão começar. 2. Possibilidade de uma ação já ter terminado. Exemplo: Às 22 horas, eles já terão embarcado. É formado com o futuro simples do verbo TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

Futuro do pretérito simples Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar um fato futuro em relação a um fato passado. Exemplo: O gerente falou que o meu cartão de crédito chegaria até as 8 horas. 2. Expressa um fato não realizado ou que talvez não se realize na oração principal. Exemplo: Viajaríamos se eles permitissem. 3. Exprimir incerteza ou dúvida sobre fatos passados. Exemplo: Quem estaria lá, então, quando eu telefonei? 4. Expressar surpresa ou indignação em orações exclamativas ou interrogativas. Exemplo: Quem faria esse tipo de coisa? 5. Expressar desejo no presente em tom polido. Exemplo: Você gostaria de sair conosco? É formado adicionando-se ao infinitivo impessoal as seguintes terminações para as três conjugações (-ar/ -er/ -ir): -ia, -ia, -íamos, -iam. Aplica-se essa regra a todos os verbos com exceção de ,,fazer, ,,dizer e ,,trazer. Assim, esses últimos verbos modificam-se para ,,far-, ,,dir-, e trar- + as terminações acima.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: indicativo

Uso, Emprego e Formação

Futuro do pretérito composto Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar que um fato teria acontecido no passado por causa de uma condição. Exemplo: Se você estudasse teria tirado uma boa nota na prova. 2. Exprimir incerteza sobre fatos passados em orações interrogativas. Exemplo: Quem teria feito isto? 3. Exprimir possibilidade de um fato passado. Exemplo: Teria sido melhor nunca ter conhecido aquelas pessoas. É formado com o futuro do pretérito simples do verbo TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: subjuntivo

Presente

Presente Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar presente ou futuro, dependendo do significado do verbo. Exemplo: Que bom que eles estejam felizes [presente]. Na fala, também podemos dizer: Que bom que eles estão felizes. (no presente do indicativo). Esperamos que eles viajem. [futuro]. É formado substituindo-se a terminação ,,-o da 1ª pessoa do singular do presente do indicativo pelas seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -e, -e, -emos, -em; 2ª e 3ª conjugações (-er/ -ir): -a, -a, -amos, -am1. Aplica-se essa regra a todos os verbos com exceção de: dar, ir, ser, estar, querer, saber e haver.

1

Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

Passado (=Pretérito)

Pretérito perfeito Usado na fala e na escrita. Ele pode exprimir: 1. Passado, supostamente concluído em relação ao tempo em que se fala. Exemplo: Talvez eles tenham saído mais cedo. Na fala informal, também podemos dizer: Talvez eles saíram mais cedo. (no pretérito perfeito simples). 2. Futuro, indicando fato terminado em relação a outro fato futuro. Exemplo: É possível que eles já tenham saído de casa quando você voltar. Na fala informal, também podemos dizer: É possível que eles já terão saído de casa quando você voltar. É formado com o presente do subjuntivo do verbo TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: subjuntivo

Pretérito imperfeito Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar uma ação simultânea ou futura em relação ao tempo do verbo da oração principal, que pode ser o pretérito perfeito simples, o pretérito imperfeito ou o futuro do pretérito do indicativo. Exemplos: [pretérito perfeito simples] Duvidei que eles estudassem para a prova. [pretérito imperfeito] Queria que eles ficassem mais tempo comigo. [futuro do pretérito] Gostaria que você telefonasse para ele agora. É formado substituindo-se a terminação ,,-ram da 3ª pessoa do plural (vocês, eles, elas) do pretérito perfeito simples do indicativo pelas seguintes terminações para as três conjugações: -sse, -sse, -ssemos, -ssem1.

1

Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

Pretérito mais-que-perfeito Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Expressar uma ação anterior à outra ação passada, em relação ao tempo do verbo na oração principal, que pode ser o pretérito perfeito simples, o pretérito imperfeito ou o futuro do pretérito do indicativo. Exemplos: [pretérito perfeito simples] Duvidei que eles tivessem estudado para a prova. [pretérito imperfeito] Queria que eles tivessem ficado mais tempo comigo. [futuro do pretérito] Gostaria que você tivesse telefonado para ele. É formado com o pretérito imperfeito do subjuntivo do verbo TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: subjuntivo

Futuro

Futuro simples Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar eventualidade no futuro, sendo que o verbo da oração principal pode estar no presente ou no futuro do presente do indicativo. Exemplos: [presente] Você pode fazer o que quiser. [futuro do presente do indicativo] Você poderá fazer o que quiser. É formado substituindo-se a terminação ,,-ram da 3ª pessoa do plural (vocês, eles, elas) do pretérito perfeito simples do indicativo pelas seguintes terminações para as três conjugações: -r, -r, -rmos, -rem1.

1

Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

Futuro composto Usado na fala e na escrita. Emprega-se para: 1. Indicar uma ação futura que se passa anteriormente à outra ação também futura, sendo que o verbo da oração principal deve estar sempre no futuro do presente do indicativo. Exemplo: Tudo será explicado depois que eles tiverem terminado as investigações. É formado com o futuro simples do subjuntivo do verbo TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: imperativo

Afirmativo É usado na fala e na escrita. O imperativo afirmativo é formado da seguinte maneira: Tu (segunda pessoa do singular) vem do presente do indicativo sem o ,,s final*. Você (terceira pessoa do singular), nós (primeira pessoa do plural) e vocês (terceira pessoa do plural) vêm do presente do subjuntivo sem nenhuma alteração. Exemplos: ,,-ar ,,-er ,,-ir Canta (tu) Come tudo (tu) Sai daqui (tu) Cante (você) Coma tudo (você) Saia daqui (você) Cantemos (nós) Comamos tudo (nós) Saiamos daqui (nós) Cantem (vocês) Comam tudo (vocês) Saiam daqui (vocês)

* Embora ,,tu, como pronome pessoal, não seja usado em todo o Brasil, sua forma no imperativo é muito usada.

Negativo É usado na fala e na escrita. O imperativo negativo tem a conjugação de suas pessoas igual à do presente do subjuntivo + a negativa (não) antes da forma verbal. Exemplos: ,,-ar ,,-er ,,-ir Não cantes (tu)* Não comas tudo (tu)* Não saias daqui (tu)* Não cante (você) Não coma tudo (você) Não saia daqui (você) Não cantemos (nós) Não comamos tudo (nós) Não saiamos daqui (nós) Não cantem (vocês) Não comam tudo (vocês) Não saiam daqui (vocês)

* Esta forma quase não é usada na língua oral.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: formas nominais

Infinitivo impessoal É usado na fala e na escrita. Assume forma de substantivo. Exemplo: Andar faz bem a saúde. Vem depois da preposição ,,de + adjetivo. Exemplo: Esta lição está fácil de entender. O infinitivo impessoal não possui uma pessoa gramatical. É a forma que aparece no dicionário.

Infinitivo pessoal É mais usado na escrita que na fala. É usado quando: 1. O sujeito do infinitivo é igual ao da oração principal. Exemplo: Para sabermos a lição nós precisamos estudar. 2. O sujeito do infinitivo é diferente do sujeito da oração principal e aparece claramente antes do infinitivo. Exemplo: Ouvi os professores comentarem isso. 3. Quando se deseja indeterminar o sujeito. Nesse caso, o verbo fica na terceira pessoa do plural (vocês, eles, elas). Exemplo: Eu ouvi falarem de você. O infinitivo pessoal possui pessoa gramatical, ou seja, ele apresenta um sujeito e o verbo é flexionado, mas não na primeira (eu) e terceira pessoas do singular (você, ele, ela).

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: formas nominais

Gerúndio É usado na fala e na escrita. É usado: 1. Ao lado do verbo principal para indicar ação simultânea. Exemplo: Saiu cantando sem prestar atenção no eu dizia. 2. É usado após a oração principal para expressar ação posterior. Exemplo: Chovia sem parar em São Paulo, inundando várias ruas. O gerúndio pode ser simples ou composto: Simples: apresenta ação de aspecto não concluído. Exemplo: Chorando, chamava pela mãe. Composto: apresenta ação de caráter concluído. Exemplo: Tendo entendido que não era bem-vindo, saiu sem dizer nada. O gerúndio simples é formado substituindo-se o ,,-r final do infinitivo impessoal por ,,-ndo em todos os verbos. O gerúndio composto é formado com o verbo TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) no gerúndio, ou seja, ,,tendo + o particípio do verbo principal.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Muito prazer ­ Curso de português do Brasil para estrangeiros

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil Modo: formas nominais

Particípio É usado na fala e na escrita. Pode ser usado: Com o verbo auxiliar TER (ou ,,haver, mais comum na escrita) + particípio do verbo principal. Exemplo: Ele tem falado sobre seus problemas ultimamente. Com os verbos SER ou ESTAR. Neste caso, ele concorda em número e gênero com a palavra a que se refere. Exemplos: Um documento foi apresentado na reunião. Um documento está anexado ao pedido de compra. Muitos documentos foram apresentados na reunião. Alguns documentos estão anexados ao pedido de compra. Uma carta foi apresentada na reunião. Uma carta está anexada ao pedido de compra. Várias cartas foram apresentadas na reunião. Umas cartas estão anexadas ao pedido de compra. O particípio é formado substituindo-se o ,,-r do infinitivo impessoal da seguinte forma: Verbos regulares em ,,-ar por ,,-ado. Verbos regulares em ,,-er e ,,-ir por ,,-ido. O verbo ,,vir tem o gerúndio e o particípio iguais: ,,vindo. Os verbos irregulares precisam ser estudados verbo por verbo.

Este arquivo, denominado "Mapa dos tempos verbais em português do Brasil_1", não apresenta todos os empregos de cada forma verbal possíveis, mas sim a maior parte que é usada no dia-a-dia. Para mais informações, consultar uma gramática da língua portuguesa ou um livro sobre verbos. Referência bibliográfica: Ryan, Maria Aparecida. Conjugação dos Verbos em Português: prático e eficiente. Editora Ática, São Paulo, SP, 1984.

Glaucia Roberta Rocha Fernandes, Telma de Lurdes São Bento Ferreira e Vera Lúcia Ramos www.muitoprazerlivro.com.br www.lexikostraducoes.com.br www.grfassessorialinguistica.com.br e-mail: [email protected]

Information

Mapa dos tempos verbais em português do Brasil e inglês

16 pages

Report File (DMCA)

Our content is added by our users. We aim to remove reported files within 1 working day. Please use this link to notify us:

Report this file as copyright or inappropriate

140959